Archive for the ‘#éstoria’ Category

Quem sou eu?

25/02/2010

“Quem é esse loco” Voce acabou de pensar isso certo?

Deixa eu me apresentar. Sou a SheePerdida, “xii-perdida”. Uma jovem ovelha que se perdeu, sim é triste historia conto depois, e hoje busco encontrar resposta para os meus milhares de questionamentos, luto loucamente com as interrogações que teimam em aparecer em minha mente – adora saber os porquês das paradas, estou atrás do caminho que traga felicidade, chega de sofrer, no qual eu possa receber respostas para minhas duvidas, onde eu possa encontrar lindos pastos verdejantes – delícia – e desfrutar do bem bom da vida – também sou filha de Deus. Mas, em quanto procuro esse caminho e as reposta convido a você a partilhar dessa aventura com essa ovelha.

Identificou-se com minha historia? Tem duvidas como as minhas? Procura o caminho da felicidade como eu? Então participe dessa aventura. Mateus 18:11-13

Follow me @ Twitter

Participe dessa aventura twittando e comentando!!!

Béééééjo :*

Anúncios

A ovelha

24/02/2010

“A ovelha (Ovis aries) que pode ser chamado no masculino por carneiro e quando pequeno como cordeiro, anho ou borrego, é um mamífero ruminante bovídeo da sub-família Caprinae, que também inclui a cabra.

É um animal de enorme importância econômica como fonte de carne, laticínios, lã e couro. Criado em cativeiro em todos os continentes, a ovelha foi domesticada na Idade do Bronze a partir do muflão (Ovis orientalis), que vive actualmente nas montanhas da Turquia e Iraque.

As ovelhas são, quase sempre, criadas em rebanhos. O manejo é bastante trabalhoso, seja pelo fato de se tratar de um rebanho grande, ou por serem animais sensíveis. Nas regiões mais frias, como no sul do Brasil, o cuidado com as crias recém-nascidas deve ser intenso, já que a época de partos coincide com os meses de inverno, quando se tratar de raças que possuem estacionalidade reprodutiva.

Além do frio, os criadores devem atentar para raposas e outros predadores, que cercam as fêmeas e roubam-lhes os filhotes. A lã, retirada no início do verão, importante fonte de renda para o criador, torna a crescer, garantindo ao animal a sua própria defesa ao frio.

Basicamente, a ovelha (fêmea) é um animal dócil, e sem nenhum mecanismo natural de defesa; o que deve ter influenciado para, na cultura popular, estar associada à ideia de inocência. No caso dos carneiros (machos) é necessária alguma precaução com alguns animais mais agressivos, pois estes podem usar as astes de forma perigosa. ”

Fonte: Wiképedia